7/24/2010

O parque do fim do mundo

ATENÇÃO! Este blog tem novo endereço http://www.territorios.com.br
Este texto foi editado, revisado e postado em
http://www.territorios.com.br/index.asp?cod_post=385

Tierra del Fuego é um arquipélago no final da América do Sul formado por uma ilha principal e outras menores. É separado do continente pelo estreito de Magalhães e na ponta sul fica o Cabo Horn. Esse também é o nome do parque, assim chamado porquê quando os navios passavam por ali viam focos de luz das fogueiras feitas pelo Yámanas, povo que habitava essas terras no século XIX.

Fica 12 km de Ushuaia e passa pela BAHIA DE LAPATAIA, onde tem a famosa placa com as distâncias do Alasca e Buenos Aires. Tem áreas de camping, mas não pareceu muito agradável pela umidade. A temperatura máxima é 10° no verão. O frio dá para agüentar, mas com umidade complica.

O parque tem 6 trilhas, fizemos apenas uma e canoagem pela Bahia. O Ecocaminhantes contratou uma agência que organizou o passeio e foi ótimo. No almoço teve um picnic regado a frutas, queijos, vinhos argentinos e chocolates. O único problema foi a ordem dos passeios, primeiro canoagem, depois vinho e em seguida trekking! Nunca senti tanto sono fazendo trilha. Para despertar só se surpreendendo com animais no meio do caminho. Como aves, lebres e o zorro vermelho. Este último foi bem legal: ele surgiu das árvores, parou no meio do caminho que estávamos trilhando e ficou nos olhando, tranqüilo, até bocejou. Depois que tiramos várias fotos ele seguiu seu caminho e nós o nosso. 


O passeio de bote foi super bonito, o tempo ajudou sem vento (com vento talvez fosse cancelado), a lagoa estava um espelho refletindo as montanhas ao redor. Alguns pegaram canoa em duplas e eu fui no bote com 6. Ficamos presos numa parte muito rasa, foi um sacrifício sair dali, tínhamos que empurrar com os remos. Seria fácil se um de nós saísse do bote e desse uma empurrada. Mas ninguém queria molhar os pés naquela água terrivelmente gelada. Estávamos com roupa especial, impermeável. Quando terminou e tirei a roupa, meu corpo estava molhado de suor do exercício.


Castores canadenses e lebres européias foram introduzidos no parque por motivos econômicos, para dar pele e caça aos que ali moravam, prejudicando o eco sistema. Os castores agora são caçados porque não tem predadores e destroem a vegetação local. São engenheiros, constroem barragens perfeitas para guardar água, acabando com as ávores. E as lebres terminaram com as lebres locais que eram bem maiores.


Em frente ao estacionamento do parque fica o correio do fim do mundo. Última parada antes de voltar para Ushuaia.

Tome nota

Carimbe seu passaporte no CORREIO, é o mais bonito e tem que pagar 6 pesos.

Leve ENDEREÇOS de pessoas que queira enviar postais com o selo e carimbo do fim do mundo. Ali tem postais diferentes para vender. Para economizar leve alguns postais e só use o correio.

Marcadores: , , , , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home